Política

Eduardo Bolsonaro critica prefeito de Guarujá na rede social

Vídeo com surfistas sendo abordados por guardas municipais na cidade foi compartilhado pelo filho do presidente

26 de maio de 2020 - 10:50

Da Redação

Compartilhe

O deputado federal Eduardo Bolsonaro-PSL criticou o prefeito de Guarujá, Valter Sumán-PSB nas redes sociais, ontem (25).

O filho do presidente Jair Bolsonaro, compartilhou um vídeo com surfistas sendo abordados por guardas municipais na Praia de Pitangueiras. “O prefeito de Guarujá-SP, Válter Suman(PSB), deu ordem para a guarda municipal prender surfistas. Uma vergonha para a cidade, conhecida pelo surf e não por bons governantes. Isto vai na contramão da ciência, que defende que o sol estimula a vitamina D e assim previne contra a Covid-19. Além do mais, dentro d’água não há contato entre os surfistas e o isolamento social é natural”.

Eduardo Bolsonaro também citou o trecho da reunião ministerial que critica os decretos de autoridades municipais ” Um b… de um prefeito, faz uma b… de um decreto, algema e deixa todo mundo dentro de casa”.

Apesar da acusação do deputado, em nenhum momento é possível ver no vídeo a prisão de surfistas.

Por outro lado, o prefeito de Guarujá respondeu ao ataque, através de uma nota.

” A Prefeitura de Guarujá lamenta o posicionamento e os termos agressivos utilizados nas redes socais pelo deputado Eduardo Bolsonaro, que, mesmo sem conhecer a realidade dos fatos, teceu críticas descabidas à ação da Guarda Civil Municipal (GCM). Diferente do divulgado pelas redes sociais do deputado, nenhum surfista foi preso. Houve, sim, atuação pelo descumprimento à legislação municipal. A GCM atua diariamente no patrulhamento da Cidade, inclusive para fazer cumprir os decretos editados durante a pandemia, com o intuito de proteger a população e evitar aglomerações, o que inclui a interdição temporária das praias”.

 

LEIA TAMBÉM: