Eles são 42% da população santista, mas 65% de infectados pelo Covid-19 | Boqnews

Dos 30 aos 59 anos

07 DE MAIO DE 2020

Eles são 42% da população santista, mas 65% de infectados pelo Covid-19

A faixa etária mais atingida pelo vírus está entre 40 a 49 anos, com 203 casos confirmados (22,1%). Eles são 14,4% da população santista

Por: Fernando De Maria

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Dos 913 casos confirmados de santistas com o coronavírus até ontem à noite (6), 65,3% têm entre 30 a 59 anos – equivalente a 599 casos positivos.

Ou seja, quase 7 a cada 10 infectados estão nestas faixas etárias.

Outros 337 pacientes ainda aguardam os resultados.

Estas faixas etárias de infectados superam em 23 pontos percentuais à média da população santista nestes segmentos de idade.

A faixa etária mais atingida pelo vírus está entre 40 a 49 anos, com 203 casos confirmados (22,1%).

No entanto, segundo o IBGE, esta faixa etária representa 14,4% da população santista.

Na sequência, aparece o grupo entre 50 a 59 anos (21,7% do total).

Eles são 13,1% da população, conforme o último Censo.

Outra faixa etária de destaque é a de 30 a 39 anos (21,5% – com 197 casos) – cuja representatividade populacional chega a 14,8%, conforme o IBGE.

Na sequência vem os jovens, de 20 a 29 anos (8,4%), que são 15,2% da população santista.

Outros 1,9% tem menos de 20 anos.

Por sua vez, as pessoas consideradas de maior grupo de risco (acima de 60 anos) representam 24,4% do total de infectados no Município.

Os números se assemelham ao perfil populacional de Santos, onde 22,26% da população de 428.703 habitantes tem mais de 60 anos, conforme a Fundação Seade.

Os dados estão disponíveis no site Santos Mapeada, que detalha o perfil das vítimas do Covid-19 na Cidade.

A base de levantamento traz detalhes importantes, nem sempre presentes nos números divulgados pelo Ministério da Saúde nem a Secretaria de Saúde do Estado, como, por exemplo, em relação ao perfil de infectados.

 

Em Santos, moradores da faixa etária entre 40 a 49 anos tem o maior número de infectados pelo Covid-19. Foto: Divulgação – Arquivo

Inversamente proporcional

Se no perfil de infectados, os adultos médios se destacam, em relação às mortes, o cenário é totalmente diferente.

Das 61 confirmações até o momento, 82% delas (50) são de vítimas com mais de 60 anos.

A primeira morte confirmada da doença em Santos ocorreu em 1º de abril.

Portanto, a média é de 1,7 mortes por dia na Cidade em relação ao Covid-19.

A faixa etária mais atingida  está entre 80 a 89 anos, com 20 vítimas (32,8%), seguida dos que têm entre 70 a 79 anos (16 casos – 26,2%); acima de 89 anos (8 casos – 13,1%) e entre 60 a 69 anos (6 casos – 9,8%).

O sexo também contribui.

Entre os santistas acima de 60 anos, os homens correspondem a 42% desta faixa etária (33.654, conforme o IBGE).

Enquanto as mulheres são 58% (46.699).

No entanto, dos 50 mortos acima dos 60 anos, 63,9% são do sexo masculino e 36,1% do feminino.

Ou seja, a letalidade pelo Covid-19 tem um público-alvo conhecido em Santos: homens, em especial acima de 70 anos.

Em termos proporcionais, as 50 mortes registradas até o momento representam 0,06% do total de idosos do Município, falecidos pelo Covid-19.

 

Por bairros

O estudo da Secretaria de Saúde de Santos também identifica quais os bairros registram o maior volume de mortes.

A Vila Nova, com 9 casos – em decorrência de mortes ocorridas em um asilo de idosos no bairro – lidera as estatísticas, com  15 casos confirmados.

Também se destacam a Aparecida (8 óbitos para 71 casos confirmados, com 11,2%); Campo Grande (5 óbitos e 64 confirmados – 7,8%); Marapé (4 óbitos para 49 casos confirmados – 8,2%) e Boqueirão, com 5 óbitos para 96 casos confirmados (5,2%).

 

 

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.