Governo de SP fará Dia D para aplicação da segunda dose da vacina contra Covid | Boqnews
Foto: Divulgação

São Paulo

29 DE MAIO DE 2021

Governo de SP fará Dia D para aplicação da segunda dose da vacina contra Covid

Iniciativa busca imunizar quem já ultrapassou os prazos de 28 dias para a vacina do Butantan e de 12 semanas para a da Fiocruz/Astrazeneca

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

O Governo de SP promove no próximo sábado (5) um Dia D para a aplicação da segunda dose da vacina contra Covid-19 que está atrasada. A iniciativa, em parceria com municípios, quer vacinar mais de 500 mil pessoas que não completaram o seu esquema vacinal.

Mais de 5 mil pontos de vacinação no estado estarão abertos das 7 às 18h (confira o horário de funcionamento das unidades de saúde do seu municio) para a aplicação exclusivamente da segunda dose. Dessa forma, deverão ser vacinadas as pessoas que estão com mais de 28 dias atrasados com relação a doses da Vacina do Butantan e mais de 12 semanas do imunizante da Fiocruz/Astrazeneca.

“É fundamental que as pessoas busquem os postos de vacinação para tomar a segunda dose. Esta será uma grande mobilização com todos os municípios para buscar as pessoas que ultrapassaram o prazo de tomar a dose dois da vacina. A pessoa só estará totalmente protegida após as duas doses dos imunizantes”, afirma a Coordenadora do Programa Estadual de Imunização (PEI), Regiane de Paula.

A Secretaria de Estado da Saúde ainda disponibilizará um recurso (etapas) para os profissionais de saúde dos municípios, para que todos possam abrir suas unidades e ter uma equipe completa para a vacinação da população.

Levantamento

O levantamento da Secretaria de Estado da Saúde desta quinta-feira (28), aponta que 501.693 pessoas que já receberam a primeira dose dos imunizantes estão com a segunda dose atrasada. O total inclui 212.403 pessoas que não tomaram a vacina da Fiocruz/Astrazeneca e outros 289.290 referentes à vacina do Butantan (Coronavac).

Do total de pessoas que não tomaram as doses da Fiocruz/Astrazeneca, 80% são idosos de 80 a 89 anos de idade. Enquanto, o restante do público são profissionais de saúde.

Assim, com base nas estatísticas populacionais previstas pelo Ministério da Saúde para cada faixa etária ou público específico, o Governo de São Paulo define as remessas de doses necessárias para uma das 645 cidades avançar em cada etapa da campanha. Os quantitativos de primeira e segunda dose são idênticos, realizados em duas entregas diferentes para que o município realize a aplicação e conclua a imunização das pessoas.

Ainda assim, a pasta encaminhou na semana passada 279.815 doses extras de Vacina do Butantan para cerca de 500 cidades. Os imunizantes são exclusivos para a aplicação de segunda dose, este número foi informado à pasta estadual pelas próprias prefeituras, em consulta realizada aos 645 municípios pelo Cosems (Conselho de Secretários Municipais de Saúde) na última semana.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.