Violência contra mulher

Observatório Chega promove debate Dores de amores

Evento será no dia 7 de setembro, no Lobo Estúdio com shows musicais, bate-papo, oficinas e bazar

30 de agosto de 2019 - 18:10

Da Redação

Compartilhe

No dia da Independência do Brasil, o Lobo Estúdio abre suas portas para mais um evento do Chega! Observatório Unisanta da Violência Contra a Mulher.

Debates, shows musicais e oficinas irão discutir as nuances dos relacionamentos disfuncionais.

A temática tem por objetivo chamar a atenção para as agressões que se naturalizam dentro dos relacionamentos e desencadeiam processos continuados de violência.

A programação tem início às 15h com a oficina Comunicação Combativa.

A jornalista Sara Mascarenhas e a multiplicadora da ONU Mulher, Marina Machado, ministram a atividade de reescrita de notícias de jornal, ensinando técnicas para tornar os textos mais humanos e menos sensacionalistas e estereotipados.

O valor da oficina é R$35, por pessoa, e é necessário se inscrever previamente pelo link https://www.sympla.com.br/oficina-de-comunicacao-combativa__632175

Às 16h30 acontece a oficina Diz Aí, de lambe-lambe.

 

Reflexões

A atividade, que será conduzida pela arquiteta Ysa Lourenço e as estudantes de psicologia Mari Castro e Ana Spina, proporcionará experiência prática da elaboração de lambes ativistas com mensagens que gerem reflexões sobre a violência contra mulher.

Para fazer a oficina, com valor de R$15, também é necessário se inscrever pelo link https://www.sympla.com.br/oficina-de-lambe-lambe__632106.

A designer Márcia Okida, que também é uma das organizadoras do observatório, traz a exposição “Mulheres² — Impressões de corpo e alma”, que destaca nomes importantes da cultura e líderes ativistas como Maria da Penha e Malala Yousafzai, reunindo 60 obras de 30 artistas da região.

O debate em torno do tema Dores de amores: como identificar um parceiro abusivo? tem início às 18h e contará com a participação da psicóloga clínica Luciana M. G. Gonzaga, com formação em Psicanálise pelo Instituto Sedes Sapientae e psicóloga do Instituto Saúde da Mulher- Casa Rosa, de Guarujá; da professora mestra Liliane Claro de Rezende, coordenadora do programa municipal de Justiça Restaurativa, de Santos, e da jornalista e autora do livro-reportagem Amarras Invisíveis, Karina Black.

Para encerrar a programação acontece apresentação musical da banda Cherry e outras surpresas ainda serão divulgadas!

Estão todxs convidadxs!

Chega! Observatório Unisanta da Violência Contra a Mulher é uma iniciativa de professoras e alunos dos cursos de Jornalismo e Produção Multimídia da Universidade Santa Cecília. Saiba mais em www.observatoriochega.com.br.

Serviço

Observatório Chega! discute relacionamento abusivo
Quando: Dia 7 de setembro, sábado
Horário: das 15h às 20h
Onde: Lobo Estúdio, Rua Luiz de Camões, 12

LEIA TAMBÉM: