‘Adotada’ pela iniciativa privada, praça na Ponta da Praia apresenta problemas | Boqnews

Cidade Verde

16 DE MARÇO DE 2021

‘Adotada’ pela iniciativa privada, praça na Ponta da Praia apresenta problemas

Apesar de adotada pela iniciativa privada, inclusive com totem publicitário, Praça Amigos da Marinha tem mato e mosaicos soltos em vários trechos.

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Mosaicos soltos: cenas comuns

 

Criada para garantir a participação de empresas que ajudem na conservação e na manutenção de equipamentos públicos, como praças, a campanha Cidade Verde não está sendo cumprida à risca.

Pelo menos no tocante à praça Amigos da Marinha, na Ponta da Praia.

O pequeno espaço na confluência das avenidas Rei Alberto e dos Bancários é palco de solenidades em datas comemorativas à Marinha, como em 11 de junho.

No local, os mosaicos portugueses estão soltos e o mato cresce.

Como contrapartida prevista no programa, um totem publicitário, em pleno funcionamento, está instalado na praça.

 

A praça é adotada dentro do programa Cidade Verde.

 

Conforme o Decreto 7.799, que regulamenta o programa, a empresa colaboradora ficará responsável pela “execução, às expensas da empresa ou entidade colaboradora, dos serviços de plantio de árvores, reforma, conservação e manutenção dos jardins, parques, praças, arborização urbana, monumentos, estátuas, logradouros públicos e relacionados no instrumento de cooperação”.

Em troca, a empresa pode instalar placas de divulgação, eletrônica ou não, como ocorre atualmente.

Por ironia, a praça mantém o busto do almirante Francisco Manuel Barrozo (sic), com os seguintes dizeres:

 

Praça na Ponta da Praia adotada: mato cresce e mosaicos soltos, a despeito da exploração publicitária. Foto: Nando Santos

 

“O Brasil espera que cada um cumpra o seu dever”.

No entanto, não é o que se vê na praça que o homenageia.

 

Mosaicos soltos, uma realidade da pequena praça ‘adotada’. Fotos: Nando Santos

Nota

Em nota, a  Secretaria de Serviços Públicos (Seserp) informa que a Praça Amigos da Marinha faz parte do programa Cidade Verde.

“Está prevista sua alteração e reinclusão, junto com a Avenida Rei Alberto I, em um pacote único, em novo chamamento público neste ano”.

Não há, porém, previsão de data quando isso ocorrerá.

Além disso, segundo a Administração, várias outras praças da Cidade  serão propostas para aceitação neste programa.
A Seserp destaca, ainda, que serviços nos pisos da praça Amigos da Marinha estão sendo programados pela Subprefeitura da Zona da Orla e Intermediária (ZOI) visando sua substituição, de mosaico português,  por pisos de concreto desempenado.
Confira como está a praça ‘adotada’ pela iniciativa privada.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.