Roubo e furto de motocicletas caem 14,16% e 37%, respectivamente em SP | Boqnews
Foto: Arquivo/Agência Brasil

São Paulo

30 DE OUTUBRO DE 2020

Roubo e furto de motocicletas caem 14,16% e 37%, respectivamente em SP

Cidades da Grande São Paulo e Campinas lideram ranking das mais perigosas para roubo. Furtos são frequentes também em Santos

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

 A pandemia diminuiu a circulação de veículos nas ruas e reduziu também o número de roubos e furtos.

O Boletim Econômico Tracker-FECAP, que acaba de ser divulgado, analisou em detalhes o comportamento dos criminosos no segmento motocicletas e motonetas.

Entre os meses de março e agosto de 2020, foram registradas em média 970 ocorrências de roubo por mês, uma redução de 14,16% em comparação ao mesmo período de 2019, que teve média de 1.130 roubos por mês.

Já a média de furtos, nos últimos seis meses, foi de mil veículos, o que corresponde a uma queda de 37% na média mensal, na comparação do mesmo período com o ano anterior. O período noturno é o preferido dos bandidos. Mais da metade dos roubos (53,53%) e um terço dos furtos (32,27%) ocorreram à noite.

 A capital paulista lidera o ranking de roubos, com 52,49% das ocorrências registradas. na sequência vem.

  • Guarulhos (6,16%)
  • Campinas (6,03%)
  • Diadema (4,96%)
  • Santo André (4,56%)
  • São Bernardo do Campo (3,70%)
  • Mauá (2,97%)
  • Osasco (2,78%)
  • Suzano (2,24%) e Ribeirão Preto (2,15%) completam o ranking das 10 cidades com maior número de eventos. 

Furtos

São Paulo também lidera o número de furtos, com 40,43% do total. Santos vem em segundo lugar (2,93%), depois São Bernardo do Campo (2,59%), Osasco (2,45%), Campinas (2,11%), Diadema (1,90%), Carapicuíba (1,89%), Santo André (1,85%, Ribeirão Preto (1,85%) e Guarulhos (1,42%). l 

Outros números

 O Boletim Econômico Tracker-FECAP compilou também os crimes envolvendo automóveis e cargas. Em uma comparação direta entre o primeiro e o segundo quadrimestre deste ano, houve um recuo de 30,91% nos roubos de veículos e queda de 15,71% nos furtos. Os dados de cargas revelam que o segundo quadrimestre de 2020 apresentou redução de 18,82% das ocorrências em relação aos quatro primeiros meses do ano.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.