Taxa de ocupação de UTIs particulares atinge 97% em hospitais de Santos | Boqnews
Foto: Divulgação

Covid-19

21 DE MARÇO DE 2021

Taxa de ocupação de UTIs particulares atinge 97% em hospitais de Santos

Apesar do aumento de 10% na oferta de leitos UTIs Covid em Santos em 10 dias, a velocidade das internações não acompanha a demanda.

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Os leitos de UTIs para pacientes Covid-19 em hospitais particulares e conveniados em Santos atingiram seu recorde de ocupação desde o início da pandemia: 97%.

Ou seja, praticamente não existem mais leitos disponíveis na rede particular e conveniada no Município.

A situação só não chegou ao colapso pleno em razão de existirem ainda vagas nas unidades públicas, especialmente nos leitos oferecidos pelo Município em parceria com o Governo do Estado.

Conforme dados da Plataforma Monitoramento Santos Covid 19, a taxa de ocupação dos 722 leitos Covid-19 disponíveis está em 77%.

Entre os 345 leitos de UTI, a ocupação é de 81%, sendo 69% na rede pública e 97% na rede privada.

E a situação seria ainda mais dramática caso mais leitos não tivessem sido abertos – foram 66 de UTIs – equivalente a 10% de acréscimo nos últimos 10 dias, a maioria do Poder Público.

Para se ter ideia da gravidade e da aceleração de casos e internações, no último dia 12, a taxa geral de ocupação dos 656 leitos à época era de 59%.

Ou seja, dos 289 leitos de UTI, a ocupação era de 69%.

Na rede SUS, a taxa era de 61% e na rede privada, de 80%.

 

Hospitais particulares atingem recorde de ocupação: 97%. Sistema pede ajuda ao Poder Público. Foto: Divulgação

 

“Desesperadora”

Em entrevista  à emissora CNN Brasil, o prefeito de Santos, Rogério Santos, definiu a situação da pandemia como “desesperadora”.

“Não há mais vagas de UTI em hospitais particulares na Baixada Santista”, disse, corroborando os números divulgados no final da tarde de hoje pela Prefeitura sobre a situação.

Ele relatou que hospitais privados, dos planos de saúde da Baixada Santista, já não tem vagas, restando apenas as do SUS.

“Jamais imaginei hospital privado pedindo ajuda para o SUS, pedindo auxílio de vagas, medicamentos e principalmente o kit de entubação”, salientou.

Em razão da situação, as nove cidades da região lançam um amplo pacote de medidas para restringir a circulação de pessoas, a vigorar a partir de terça.

Para saber mais detalhes, acesse o link

 

Internações

O volume de internações, seja para enfermaria como UTI, só cresce.

Hoje, a alta foi de 4,6%, passando de 533 para 558 pessoas.

Destas, 271 são moradores de Sants e 287 de outras cidades.

Do total de internados, 281 estão em leitos de UTIs, voltados aos casos mais graves, sendo 133 de moradores de Santos e 148 de outras cidades.

 

 

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.