Sol Nascente
José Adelson

Professor de língua japonesa e jornalista.

Patrimônio recuperado

27 de novembro de 2016 - 09:21

Compartilhe

A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que autoriza a devolução definitiva do imóvel da sede da Associação Japonesa de Santos, confiscado após a Segunda Guerra Mundial.Como a proposta já passou pelo Senado Federal, ela segue agora para a sanção do presidente Michel Temer.

A proposta foi elaborada pelo então deputado Koyu Iha e tramitou no Congresso Nacional desde 1994 e foi retomada por iniciativa do deputado federal João Paulo Papa (PSDB). Em julho, uma comitiva de diretores da Associação esteve juntamente com o parlamentar em uma reunião com o primeiro secretário da mesa diretora da Câmara, que também contou com o reforço do embaixador do Japão no Brasil, Kunio Umeda.

 

Espaço à educação

A Associação Japonesa de Santos – AJS é sucessora da antiga Sociedade Japonesa de Santos, cujos primeiros registros datam de 1929, em uma escola mantida para ajudar no ensino dos descendentes imigrantes. A escola e a antiga entidade funcionavam em um casarão adquirido com o apoio do governo japonês, à Rua Paraná, 129, no bairro da Vila Mathias.

No início da década de 1940, a eclosão da 2ª Guerra Mundial e as medidas nacionalistas do Estado Novo fizeram com que a Sociedade Japonesa de Santos mudasse seu nome para Sociedade Instrutiva Vila Mathias para evitar prejuízos ao processo.
Em 2006, a Secretaria de Patrimônio da União permitiu o uso do imóvel para as atividades da Associação e, em 2008, o casarão foi reinaugurado com a presença do príncipe Naruhito durante as comemorações do centenário da imigração japonesa. Hoje, o espaço recebe eventos, cursos e atividades culturais, além de manter o ensino da língua japonesa em uma escola com mais de 100 alunos.fotosadelson2fotosadelson