Foto: Divulgação

Libertadores

19 DE MAIO DE 2015

Boca identifica 11 sócios suspeitos de disparar gás tóxico

Acontecido culminou na eliminação do time argentino da Taça Libertadores da América

Por: Mariana Carneiro
Folhapress

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}
O Boca Juniors divulgou uma nota em que informa que identificou 11 sócios do clube que teriam se envolvido com a ação, que culminou com a desclassificação da equipe do campeonato

O Boca Juniors divulgou uma nota em que informa que identificou 11 sócios do clube que teriam se envolvido com a ação, que culminou com a desclassificação da equipe do campeonato

Um integrante de uma torcida organizada do Boca Juniors foi identificado como o principal suspeito de ter disparado gás tóxico dentro do túnel do River Plate, na partida pela Copa Libertadores da América na última quinta-feira (14).

O suspeito se chama Adrián Napolitano, tem o apelido de padeiro, e é um “barra brava”, segundo investiga a Justiça.

O Boca Juniors divulgou uma nota em que informa que identificou 11 sócios do clube que teriam se envolvido com a ação, que culminou com a desclassificação da equipe do campeonato.

A Justiça agora espera que Napolitano se apresente voluntariamente para dar explicações. Ele foi identificado em imagens divulgadas nesta segunda (18) pelo canal “Fox Sports” e já foram incorporadas na investigação do caso.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.