ETC
etc

Banda cubatense participa de projeto do Ministério da Cultura

O Grupo Afrobanda de Cubatão foi selecionado como Ponto de Cultura do Estado de São Paulo. É a primeira instituição…

15 de março de 2010 - 15:44

Da Redação

Compartilhe

O Grupo Afrobanda de Cubatão foi selecionado como Ponto de Cultura do Estado de São Paulo. É a primeira instituição da cidade a participar do projeto do Ministério de Cultura que garante o repasse de 185 mil reais, divididos em cinco parcelas semestrais, para compra de instrumentos, figurinos, produção de espetáculos e eventos. O lançamento do Afrobanda como Ponto de Cultura será dia 17/3 às 9h na sede do projeto, que funciona na Vila Natal (rua São Francisco de Assis, 70).

O programa oferece aulas de percussão e dança a jovens da cidade. Embalados principalmente pelos ritmos afrobrasileiros, os jovens se dedicam à arte, se aperfeiçoando no estudo da música. Atualmente são atendidas cerca de 60 crianças e adolescentes, e as aulas acontecem no Centro de Capacitação Comunitária da Vila Natal.

A implantação do Projeto Pontos de Cultura começou em 2004, com a missão de revelar, reconhecer e reverenciar a cultura brasileira em suas diferentes atuações. Essas iniciativas foram, então, selecionadas por meio de edital público. Posteriormente, essas entidades firmaram convênio com o Ministério da Cultura (MinC). Para se transformar em um ponto de cultura do bairro, da comunidade, da cidade, é preciso ser uma organização da sociedade civil e desenvolver atividades culturais transversais, além de ter uma gestão compartilhada entre entidade, poder público e comunidade. Atualmente há cerca de 2500 Pontos de Cultura espalhados em todo território brasileiro.  
 
Grupo Afrobanda
Conhecido como um grupo de pesquisa e apresentação de repertório afrobrasileiro, os jovens do Afrobanda fazem o maior sucesso. Com 27 músicos na percussão, trompete, trombone, saxofone, contrabaixo, guitarra, teclado e canto, além do grupo de dança, o Afrobanda vem se destacando em várias apresentações no estado de São Paulo, sempre com a preocupação de divulgar os ritmos afrobasileiros, bem como o repertório de grandes artistas como Daniela Mercury, Ivete Sangalo, Sandra de Sá, Olodum, entre outros. O Afrobanda teve início em 2006, dentro da Sociedade São Vicente de Paulo. Ao longo desse tempo, os jovens se apresentaram em  teatros, escolas, centro de convenções, indústrias de Cubatão e foram tema de várias reportagens para jornais e TV, além de desenvolver projetos próprios como o Batucasom, com repertório totalmente erudito apresentado no Conservatório Municipal de Cubatão.

LEIA TAMBÉM: