Como músicas dos artistas surgem na sua playlist no Spotify | Boqnews

ETC

23 DE MARÇO DE 2020

Como músicas dos artistas surgem na sua playlist no Spotify

Quanto mais informações repassa à plataforma, mais ajuda a identificar o que pode agradá-lo e mantê-lo interessado em continuar usando o serviço

Por: Publieditorial

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Muitas pessoas têm o hábito de ouvir música constantemente.

Seja para estudar, fazer exercícios físicos, durante faxina da casa, ou no lazer com familiares e amigos, a música pode tornar os momentos reconfortantes, divertidos e inspiradores.

Serviços de streaming como o Spotify sabem disso e incentivam que os usuários façam as suas playlists, ou seja, listas com as canções de que mais gostam de ouvir.

Claro que o serviço musical aproveita para dar sugestões.

E não trata-se de algo aleatório.

Com base no hábito do cliente, a plataforma apresenta sugestões de cantores, músicas e estilos que podem interessar ao ouvinte.

E se o usuário aceita a sugestão, pode ajudar a ampliar o valor que o artista tem a receber do Spotify.

 

“Feito para você”

Quando esta opção aparece para o cliente, é sinal de que a inteligência artificial entrou em jogo.

Independentemente de ser na modalidade gratuita ou premium (que prevê assinatura mensal), o usuário elenca as suas preferências: curte páginas de cantoras, cantores ou de bandas; favorita as músicas de que mais gosta, não se limitando a estilos.

Ou seja, quanto mais informações repassa à plataforma, mais ajuda a identificar o que pode agradá-lo e mantê-lo interessado em continuar usando o serviço.

O software identifica as músicas mais ouvidas, quem as ouviu e quando.

E também como se encaixam em preferências anteriormente manifestadas pelos usuários.

Assim, surgem playlists especiais: as “daily mix“, as “100% você” ou as listas com base no que a pessoa ouviu recentemente.

Ou seja, uma seleção que mistura os artistas preferidos do usuários.

Outro campo de atuação envolve uma equipe de curadores.

São funcionários espalhados pelo mundo que também analisam os dados e elaboram playlists gerais.

Outra estratégia usada pelo serviço é a de combinar músicas de determinado estilo ou por tema.

Por exemplo, em março, as mulheres ganharam espaço.

Em junho, é a vez de apostar no romance do dia dos namorados.

Também há as indicações listadas por décadas, por estação do ano, para quem quer relaxar, para quem quer festejar e até para quem está em um momento de tristeza/sofrência.

O serviço de streaming ainda indica playlists populares que foram feitas por usuários.

E para quem gosta de “garimpar” novidades, há a opção de descobrir novos talentos nos mais diferentes estilos.

 

Saiba como as listas das músicas do Spotfy são criadas. Foto: Pixabay/Divulgação

Um palco sem fronteiras

Em entrevista ao Techtudo em 2017, a executiva Rocío Guerrero explicou que a plataforma tem especialistas espalhados pelo mundo para identificar tendências e sugerir conteúdo.

É uma forma de garantir a representatividade e a identificação dos usuários do local e permitir que outras pessoas em outras cidades e países possam conhecer e consumir.

Incluir estas músicas de artistas não tão conhecidos nas playlists, é a forma de apresentá-los a potenciais novos ouvintes e admiradores.

Assim, se houver interesse, o usuário curte a música e pode incluir o cantor ou cantora entre os seus favoritos.

E o ciclo fica completo com o pagamento dos royalties aos artistas com músicas cadastradas na plataforma.

Para se chegar ao valor, são avaliadas diferentes variáveis: quantas vezes o usuário ouviu a música; o total de execuções do conteúdo em um determinado espaço de tempo e também direitos autorais.

Por isso, dar uma chance a novos conteúdos é tão importante para quem trabalha no serviço de streaming musical e para quem se coloca na vitrine oferecida pelo Spotify.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.