Turismo

Olinda: Alegria e frevo em Pernambuco

Carnaval atrai milhares de pessoas para as ruas da cidade histórica de Olinda. Ainda é possível reservar lugares para curtir a folia pernambucana

02 de fevereiro de 2020 - 09:19

Da Redação

Compartilhe

Uma das cidades mais tradicionais para passar o Carnaval, Olinda aguarda milhões de visitantes.

Situada em Pernambuco, a cidade é o berço do maracatu e do frevo, e tem também como destaque os tradicionais bonecos de Olinda.

As figuras medem cerca de três metros e pesam aproximadamente 15 quilos. Representam pessoas ou famosos – Galvão Bueno, Michael Jackson, Frida Kahlo, personagens de séries, entre muitos outros.

A origem deles é europeia. Mas o reconhecimento deles na principal festa brasileira é também internacional. Assim, ganhando destaque no noticiário quando da realização das festas carnavalescas.

O pontapé no Carnaval de Olinda é dado com a agremiação Homem da Meia-Noite. É o mesmo nome dado a uma figura tradicional e carregada de misticismo na cidade.

Na edição de 2020, em celebração aos 88 anos do clube, o tema “Chover” promove reflexão acerca da preservação da água, cuja ausência de chuvas em regiões nordestinas tem preocupado a população.

A abertura da folia acontece oficialmente na quinta-feira de Carnaval (20). O encerramento comandado pelos Bonecos de Olinda tem concentração prevista para as 17h da terça-feira de Momo (25).

Em sites de reserva, ainda é possível encontrar acomodações para curtir a folia pernambucana, com valores de acordo com o perfil de cada folião.

 

Carnaval em Olinda

Foliões lotam as ruas de Olinda para curtir a festa com muito agito e entusiasmo. Foto: Arquimedes Santos/PMO

 

Recife

Vizinha de Olinda e capital do estado de Pernambuco, Recife também é muito procurada para o Carnaval.

Além de muitas cores, ritmos e diferentes agitos, o Galo da Madrugada é o maior destaque da festa – considerado também o maior bloco carnavalesco do mundo.

Criado em 1978, o Galo da Madrugada reúne multidões já nas primeiras horas da manhã de sábado (22).

Aos intimidados pelo aglomerado de foliões – que reúne cerca de 2 milhões de pessoas por ano – o bloco oferece também a opção de camarotes.

LEIA TAMBÉM: