Turismo

São Paulo: Carnaval paulistano

São esperadas 15 milhões de pessoas para aproveitar o Carnaval em São Paulo

16 de fevereiro de 2020 - 09:19

Da Redação

Compartilhe

O Carnaval em São Paulo vem ganhando cada vez mais espaço no cenário nacional. Segundo estimativas da Prefeitura e da organização de blocos, são esperadas 15 milhões de pessoas este ano, 1 milhão a mais do que em 2019.

São 678 desfiles autorizados pela administração municipal, que deve movimentar uma quantia superior aos R$ 2,3 bilhões do ano passado.

Assim como no Rio de Janeiro, até o dia 1º de março será possível encontrar blocos de rua para curtir. As opções visam agradar todos os públicos – blocos infantis; de MPB; samba; sucessos internacionais; pop; rock; funk; eletrônica; forró; frevo; marchinhas; pagode e, claro, axé.

Folia

O pré-Carnaval começou na sexta-feira (14), e o fim de semana apresenta opções variadas para os foliões.

No primeiro dia de março, encerrando oficialmente o Carnaval, Daniela Mercury vai às ruas com o Pipoca da Rainha, que se concentra na Rua da Consolação. Na Avenida Pedro Álvares Cabral, concentram os blocos da Anitta e Preta Gil.

Os mega blocos circularão por 13 vias de São Paulo. Mudanças estabelecidas pela Prefeitura proibiram a circulação em vias como Largo da Batata, por questões de segurança.

Além disso, o cortejo deve terminar sempre às 19h, com uma hora para dispersão dos foliões e liberação das ruas. Para conferir a programação completa dos blocos, basta acessar o portal www.prefeitura.sp.gov.br/carnavalderua/programacao.html.

Uma novidade para esta edição do Carnaval é o Galo da Madrugada em São Paulo. Criado em 1978 em Recife (PE), o Galo foi reconhecido pelo livro dos recordes Guinness Book como o maior bloco carnavalesco do mundo, e desembarca para a folia paulistana pela primeira vez.

Na capital pernambucana, aproximadamente 2 milhões de pessoas se reuniram para acompanhar o bloco em 2019. No dia 25 (terça-feira), o Galo da Madrugada se reunirá na Avenida Pedro Álvares Cabral, em frente ao Obelisco do Ibirapuera, a partir das 9 horas da manhã.

Pensando na mobilidade do público, a SPTrans, responsável pelos ônibus na cidade, desenvolveu o portal www.sptrans.com.br/carnaval para publicar mudanças de itinerário das linhas municipais.

Além disso, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) também disponibilizou link para consultar alterações no trânsito (www.cetsp.com.br/consultas/carnaval-2020.aspx). O número 156 é outra opção para tirar dúvidas.

 

Carnaval em São Paulo

Os blocos têm atraído cada vez mais pessoas no Carnaval de rua da capital paulista. Foto: Divulgação

Sambódromo

Na Zona Norte de São Paulo, o Sambódromo do Anhembi é o palco dos desfiles das escolas de samba da cidade, começando pelo Grupo Especial, com 14 agremiações. Na sexta-feira (21), a Barroca Zona Sul abre a festa, que se encerra com a X-9 Paulistana.

Já no sábado (22), a Pérola Negra será a primeira da noite, enquanto a Rosas de Ouro será a última a desfilar.

Os desfiles do Grupo de Acesso acontecem no domingo (23) e segunda (24), com destaque para a Vai-Vai, escola 15 vezes campeã, rebaixada pela primeira vez em 90 anos de existência.

Posteriormente, na terça-feira (25), será a apuração, e as escolas campeãs desfilam novamente no sábado (29).

LEIA TAMBÉM: