Visão protegida | Boqnews

Vida +

30 DE JANEIRO DE 2009

Visão protegida

Mais do que um acessório, o óculos escuro é uma proteção importante contra os rais ultravioletas. Durante o verão, quando as temperaturas estão mais altas, a intensidade desses raios é ainda maior.“Algumas doenças oculares, como a catarata por exemplo, podem ser aceleradas com o excesso de raios ultravioletas sobre os olhos. “ Pessoas com intensa […]

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Mais do que um acessório, o óculos escuro é uma proteção importante contra os rais ultravioletas. Durante o verão, quando as temperaturas estão mais altas, a intensidade desses raios é ainda maior.“Algumas doenças oculares, como a catarata por exemplo, podem ser aceleradas com o excesso de raios ultravioletas sobre os olhos. “ Pessoas com intensa exposição ao sol, sem proteção, têm 60% mais chance de ter catarata, já que os raios ultravioletas em excesso aceleram o envelhecimento do cristalino que é a lente natural dos olhos”, diz o oftalmologista, diretor do Hospital Visão Laser de Santos, Marcello Colombo Barboza. Ele explica que, após penetrarem no olho, os raios ultravioletas passam pelo cristalino e atingem a retina. Dependendo da intensidade pode haver uma degeneração progressiva, conhecida popularmente como catarata.

O uso de óculos escuros é fundamental na hora de impedir que esses raios penetrem na vista. Porém, a qualidade da lente é um critério a ser observado. É necessário que haja proteção contra os raios ultravioletas (UV), pois sem esse filtro o acessório facilita a ação dos raios solares.  “No escuro, as pupilas dilatam, o que facilita a entrada de radiação. Se a lente não tem proteção contra esses raios, eles vão penetrar com mais facilidade na nossa vista”, explica.

Os ideais devem ter lentes com proteção à radiação ultravioleta (UVA e UVB)  – as chamadas lentes anti-UV. Elas são necessárias para filtrar os raios que a córnea (lente ocular com a função de focar as imagens na retina) não é capaz de absorver e filtrar. “A proteção dos olhos contra o sol é mais séria do que se imagina. Todo o alerta sobre proteção da pele deveria incluir o cuidado com os olhos”, alerta. De acordo com ele, a lente deve oferecer proteção ultra violeta maior que 90%.

Praia
Os cuidados com a exposição durantes os  horários de pico do sol,  principalmente por causa do câncer de pele, também devem ser levados em consideração no que diz respeito à visão. Quando o sol está no seu período mais quente há uma intensidade maior dos raios ultravioletas. “Se a vista estiver desprotegida, é bom evitar os horários de 10h à 14h”, alerta.

De acordo com ele, o óculos escuros deve ser usado em dias nublados, pois a ação dos raios também está presente. “Até mesmo o reflexo do sol na areia, atinge a nossa vista. Por isso é importante estar protegido”, completa. Para garantir a qualidade da lente deve-se observar o certificado de garantia, que, normalmente acompanha as armações.

Algumas óticas e também consultórios oftalmológicos disponibilizam um apararelho chamado de Auto Refrator, que mede o índice de proteção ultravioleta presente na lente. “Os óculos vendidos em camelôs são de baixa qualidade e não oferecem a proteção necessária. Usar um óculos de baixa qualidade é pior do que não usar nada”, ressalta o oftalmo.

Visão debilitada
Além da catarata, outros problemas de visão podem ser ocasionados pelo excesso de exposição ao sol, sem proteção adequada. O pterijo, conhecido como uma película branca que se forma no canto dos olhos, se proliferada, pode acarretar na diminuição da visão. As doenças de retina, como a degeneração macular relacionada à idade (DRMI), também pode levar à cegueira. “A catarata, a macular e o pterijo são as doenças oculares mais comuns como resultado aos raios ultravioletas”, comenta Barboza. Em períodos mais curtos de exposição ao sol, os danos mais comuns são a coceira, lacrimejamento, aversão à luz e inchaço nas pálpebras.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.