Governo do Estado anuncia novas medidas para minimizar efeitos | Boqnews
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil.

Coronavírus

18 DE MARÇO DE 2020

Governo do Estado anuncia novas medidas para minimizar efeitos

Entre as decisões, está a proibição do funcionamento de shoppings da Capital e região metropolitana a partir de segunda (23).

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

O governador João Doria (PSDB) anunciou sete novas medidas que impactam no cotidiano das pessoas e também na economia do estado.

Ao todo, são 8 medidas anunciadas durante entrevista coletiva realizada no início da tarde de hoje (18).

Até o momento, o estado tem 196 pacientes diagnosticados – e cerca de 20% internados em leitos de UTI em hospitais.

Já são 1.049 leitos que estão recebendo equipamentos e recursos humanos – de uma meta de 1.400.

Oficialmente, o estado só tem uma morte confirmada – um homem de 62 anos, que estava internado em um hospital privado na Capital.

Outras quatro mortes que ocorreram no mesmo hospital estão sendo investigadas, pois oficialmente tais casos não chegaram à Secretaria de Saúde do Estado.

Especialistas da área de saúde imaginam que o pico do coronavírus em São Paulo ocorrerá no mês de abril.

 

Governador de São Paulo, João Doria, anuncia novas medidas. Foto: Valter Campanato/Agência Brasil.

Praias

O governador explicou que até o momento não há qualquer razão para interdição das praias paulistas.

No entanto, ele ressaltou que as pessoas devem ter ‘bom senso  e prudência’.

“Evitem aglomerações seja onde for”, salientou Doria, com ênfase à população acima dos 60 anos que deve evitar sair às ruas.

No entanto, o chefe de combate ao coronavírus em São Paulo, o médico infectologista David Uip, não descarta a possibilidade de interdição das praias, caso a situação piore.

“O lema é fazer o que for possível para evitar as mortes da população”, salientou.

Medidas

Confira as medidas anunciadas em entrevista coletiva nesta quarta (18).

  • Fechamento dos shoppings da região metropolitana de São Paulo (Capital e região metropolitana) a partir de segunda (23) até 30 de abril.
  • Idem para as academias de ginástica da região metropolitana de São Paulo (Capital e região metropolitana)

Medida não se aplica, neste momento, a empreendimentos no interior e litoral paulista.

 

  • Ampliar a entrega de medicamentos de alto custo para 800 mil pessoas que recebem mensalmente os remédios em farmácias, passando a entrega de mensal para trimestral.
  • Início da campanha de vacinação contra a gripe Influenza a partir de segunda (23), sendo que mil farmácias da Capital virarão pontos de vacinação. Objetivo é diminuir a aglomeração de pessoas nas unidades públicas de saúde.
  • Controle de fluxo de pessoas para agendamento no Detran e Poupatempo. O governo do Estado já solicitou ao governo Federal a ampliação do prazo para renovação da CNH – Carteira Nacional de Habilitação.
  • Parceria com operadoras de telefonia celular (Vivo, Tim, Claro) para disparos de SMS. Ao todo, 15 milhões de pessoas receberão informações atualizadas com informações sobre o coronavírus, a partir desta quinta (19).
  • A partir de hoje, todos os 645 prefeitos do estado receberão boletins diários enviados pela Secretaria de Saúde do Estado e comitê de combate ao Covid 19.
  • Ampliação de recursos em mais R$ 275 milhões, totalizando R$ 500 milhões – para injetar recursos na economia do estado, em especial para empresas mais atingidas pelo coronavírus, como turismo, economia criativa e comércio. O objetivo é garantir, por meio do Banco do Povo e do Desenvolve SP, linhas de financiamento com aumento do período da dívida de 60 para 90 dias no ampliação do prazo para início do pagamento do financiamento.

 

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.