Confira imagens do dia seguinte de uma noite trágica na Vila Belmiro | Boqnews
Foto: Luigi Bongiovanni

Cidades

07 DE DEZEMBRO DE 2023

Confira imagens do dia seguinte de uma noite trágica na Vila Belmiro

Ônibus queimados, pessoas atendidas na UPA. Enfim, cenário de guerra no entorno da Vila Belmiro após o rebaixamento do Santos FC. Confira as imagens

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

O rebaixamento inédito do Santos FC trouxe consequências graves à população, especialmente residente nos bairros próximos ao estádio Urbano Caldeira, especialmente na Vila Belmiro e Marapé.

Dez pessoas passaram por atendimento na UPA Central, a cerca de um quilômetro de distância do estádio.

Logo nas primeiras horas da manhã era possível ver os estragos ocorridos no entorno da Vila Belmiro.

O prefeito Rogério Santos (Republicanos) esteve logo pela manhã nos arredores do local e lamentou a situação.

Relembrou também outros episódios tristes como desclassificações da equipe em anos anteriores.

“Isso não representa o Santos FC”, falou, após ver os ônibus queimados, lixeiras de concreto jogadas nos canais, campainhas de residências próximas danificadas, entre outros prejuízos aos moradores.

“Houve morador atingido dentro de casa”, lamentou em entrevista ao Gazeta de São Paulo.

Confira o vídeo 

Agora há pouco, ele postou nas redes sociais sobre o assunto.

Confira o vídeo.

Focos de incêndios ocorreram em vários pontos no entorno do estádio Urbano Caldeira logo após o fim da partida.

Como reflexo, seis ônibus da frota municipal incendiados, além de quatro coletivos de linhas intermunicipais quebrados.

Outros oito veículos particulares sofreram depredação.

Conforme a CET,  veículos reservas entraram em operação para não prejudicar os usuários.

Além disso, placas de sinalização também foram arrancadas pelos torcedores.

A Avenida Pinheiro Machado está com ambos os sentidos liberados para circulação.

Além disso, o sentido Centro/praia está canalizado (faixa da direita), entre Rua Vital Brasil e Rua Delfino Stockler de Lima, para trabalhos das equipes das empresas de telefonia e de energia.

Funcionários da empresa Terracom atuam na limpeza no entorno do estádio.

Terror

Moradores vizinhos viveram momentos de horror em razão da violências dos torcedores logo após o fim do jogo.

Aliás, a partida nem acabou em razão do invasão de torcedores no campo, logo após o Fortaleza marcar o segundo gol, eliminando qualquer chance para a equipe santista.

Esta é a primeira vez que o Santos FC cai para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro.

Até o momento, o Santos FC não postou qualquer informação em seu site nem nas redes sociais sobre o episódio desta madrugada.

 

Nota da Prefeitura

Em nota, a prefeitura informa que a segurança no entorno e arredores dos estádios de futebol em dias de jogos é de total responsabilidade da Polícia Militar, bem como os bloqueios de trânsito.

A Secretaria de Segurança de Santos dará apoio à eventual investigação, por meio do videomonitoramento do Centro de Controle Operacional (CCO) do Município.

Na noite desta quarta-feira (6) e madrugada desta quinta-feira (7), seis ônibus da frota municipal foram incendiados e mais quatro depredados, além de quatro de linhas intermunicipais danificados e oito veículos particulares vandalizados.

Os coletivos já estão sendo substituídos por veículos reservas para não prejudicar os usuários.

Equipes da Prefeitura fazem o levantamento de equipamentos públicos vandalizados, principalmente lixeiras (os contentores de resíduos ao redor do estádio são retirados em dias de jogos) para programar o reparo.

A UPA Central realizou o atendimento de 10 pessoas que estavam nas imediações da Vila Belmiro, após o jogo desta quarta-feira (6), sendo nenhum caso grave.

Todos liberados após receber assistência na unidade de saúde, que fica próxima do estádio.

Ao todo, 12 lixeiras de concretos foram derrubadas e já foram reposicionadas, além de outros quatro recipientes quebrados. Uma boca de lobo e o totem alusivo ao bairro Vila Belmiro também foram danificados. As lixeiras quebradas serão removidas e, ainda nesta semana, instaladas novamente. Já o totem receberá os devidos reparos e a estrutura ficará pronta durante a segunda quinzena de dezembro.

Além disso, oito árvores foram afetadas pelo fogo ateado na Avenida Senador Pinheiro Machado, no sentido praia, na altura dos números 412/414, 416, 418, 420 e 424, além de outras duas árvores atingidas na Praça da Bíblia, na Vila Belmiro. Os vegetais seguirão monitorados, a fim de verificar se irão se restabelecer satisfatoriamente.

A Administração Municipal ressalta que os autores destes delitos não podem ficar impunes. O videomonitoramento do Centro de Controle Operacional (CCO) do Município está disponível para as forças de segurança investigarem os autores de atos lamentáveis e que prejudicaram a Cidade.

Imagens mostram o cenário de guerra

Confira as imagens do repórter fotográfico Luigi Bongiovanni.

 

Ao todo, seis ônibus foram incediados, a ponto de interromper o fluxo no Canal 1, sentido Centro-praia. Fotos: Luigi Bongiovanni

 

Equipes de limpeza atuam desde a madrugada para minimizar os atos de vandalismo da torcida santista.

 

Incêndio em ônibus afetaram as fiações nas ruas próximas ao estádio. Moradores ficaram sem energia elétrica durante a madrugada. Foto: Luigi Bongiovanni

 

Em razão dos incêndios, pista da Avenida Pinheiro Machado ficou interrompida. Foto: Luigi Bongiovanni

 

Residências sofreram atos de vandalismo, com depredações em campainhas e portões, especialmente ao longo da Avenida Pinheiro Machado. Foto: Luigi Bongiovanni

 

Ônibus incendiados na Av. Pinheiro Machado, no Marapé. Foto: Luigi Bongiovanni

 

 

Funcionários da Terracom atuam na limpeza no entorno da Vila Belmiro. Muita sujeira no entorno. Fotos: Luigi Bongiovanni

 

Nem o sal grosso deixado ao redor da Vila horas antes do jogo foi o suficiente para livrar o time do rebaixamento histórico em razão das vitórias de Vasco e Bahia, que estavam atrás do Santos FC. Foto: Luigi Bongiovanni 

Equipes de telefonia e internet estão realizando manutenção próximo a Praça da Bíblia, na Vila Belmiro. Foto: Saulo Nascimento.

 

CPFL também repara danos causados aos moradores no bairro do Marapé, próximo a Vila Belmiro. Foto: Saulo Nascimento.

Confira as notícias do Boqnews no Google News e fique bem informado.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.