Dia do Surfista é comemorado em Santos com lançamento de livro e homenagens | Boqnews
Foto: Arquivo/PMS

Esportes

22 DE JANEIRO DE 2024

Dia do Surfista é comemorado em Santos com lançamento de livro e homenagens

Em Santos, fica a primeira escola pública de surfe do País

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

O dia do surfista teve comemoração em Santos no último domingo (21). Para marcar a data, que integra o calendário oficial da Cidade desde 2003, a Prefeitura realizará uma série de homenagens a atletas profissionais e amadores que participaram da história da modalidade, nesta segunda-feira (22), às 17h, na Sala Princesa Isabel, no Paço Municipal (Praça Mauá s/nº).

Desse modo, o evento vai abrir a programação de aniversário da cidade de Santos, que completará 478 anos de fundação, na próxima sexta-feira, dia 26 de janeiro.

Entre os nomes indicados para receber as homenagens pela Associação Santos de Surf, pela Associação Santista de Longboarder e pela Associação Brasileira de Surf Feminino estão Mauro Cesar Achiame, Jair Francisco Martins de Oliveira, José Renato Wanderley, Amaury Pereira Junior, Delton de Menezes, Francisco José Chiarella, Jorge Lopes Francisco, Sérgio Eduardo Ujvari e Edmea Pereira Correa.

Na ocasião, também será lançado o livro “Santos, onde nasceu o surfe no Brasil”, dos autores Gabriel Davi Pierin e Diniz Iozzi.

Reconhecimento

De acordo com o coordenador da primeira escola pública de surfe do Brasil, a Escola Radical, Cisco Arana, esse reconhecimento é fundamental. “Como surfista eu só tenho que agradecer a Prefeitura de Santos por essa homenagem. Eu não conheço outra Cidade que tenha esse reconhecimento aos surfistas, pois o surfe só é o que é por conta dessa geração de resiliência e de lutas. Parabéns a todos os envolvidos. Um grande aloha para todos”.

A homenageada Edmea Pereira Correa, 77 anos, que surfa na escola há 18 anos, é só gratidão. “Estou muito feliz em receber essa homenagem no dia do surfista. Para mim o surfe transformou a minha vida em todos os sentidos. Hoje surfamos juntos em família, eu, o meu marido e o meu filho Val. A minha gratidão ao mestre Cisco e ao carinho de todos”, frisou.

Importância da data

Pedro Souza, coordenador do Centro de Treinamento de Surfe, falou sobre a importância de refletir sobre a data. “É importante que as pessoas conheçam o legado que nos foi deixado pelas gerações que nos antecederam. Não só em relação à própria prática do surfe, mas da fabricação de pranchas, formação de juízes, entre outros. Graças ao esforço de todos esses personagens ao longo das últimas décadas, o surfe foi alçado à condição de modalidade olímpica e, mais do que nunca, está no mesmo patamar dos esportes tradicionais e com a mesma relevância de qualquer outra modalidade esportiva, e Santos foi pioneira. Esse dia vai ser marcado por essa missão de ressaltar o legado das gerações passadas e o compromisso que a gente tem em continuar com o desenvolvimento dessa modalidade que a gente ama para as gerações futuras”.

Para o secretário de Esportes, Gelasio Ayres Fernandes Júnior, a homenagem vem ao encontro das ações da Prefeitura para fomentar cada vez mais a modalidade. “Santos faz parte da história do surfe assim como o surfe faz parte da história de Santos. A primeira escola pública de surfe do país está na nossa cidade, a primeira escola pública de surfe adaptado do mundo também. Nós revelamos grandes campeões, como a lenda Picuruta Salazar, que coordena uma das escolas da Prefeitura, introduzimos o Campeonato Santista de Longboard no ano passado. E seguimos acompanhando e incentivando uma série de competições visando disseminar ainda mais a modalidade na Cidade”.

 

Confira as notícias do Boqnews no Google News e fique bem informado.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.