Em resposta à morte de policial, confrontos se espalham pela periferia de Santos | Boqnews
Drogas apreendidas pela polícia junto com o trio, que faleceu em Santos. Foto: Divulgação/Redes sociais Guilherme Derrite

Escalada da violência

04 DE FEVEREIRO DE 2024

Em resposta à morte de policial, confrontos se espalham pela periferia de Santos

Até o momento, quatro homens morreram em confronto com a polícia desde a morte do policial da Rota. Populares acrescentam mais dois casos, no Morro do Pacheco. Polícia nega.

Por: Bruno de Freitas Moura
Agência Brasil

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Ações de repressão da Polícia Militar (PM) de São Paulo terminaram com suspeitos baleados e mortos no litoral paulista neste fim de semana.

A Secretaria de Segurança Pública fala em quatro mortes, mas informações apontam para seis até o final da tarde deste domingo (4).

Agentes fazem buscas na região à procura dos responsáveis pela morte do soldado Samuel Wesley Cosmo.

Ele pertencia às Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota).

Acabou  baleado durante patrulhamento em Santos na sexta-feira (2), em uma comunidade na Zona Noroeste.

Câmera de segurança do próprio policial registrou o ataque de um homem, de capuz e casaco azul, no meio de uma viela.

De acordo com o informado neste domingo (4) pelo secretário estadual de Segurança Pública, Guilherme Derrite, três equipes da Rota fizeram um cerco em pontos de fuga na Vila dos Criadores, na Alemoa, em Santos, quando foram surpreendidos por criminosos.

Três suspeitos foram baleados e morreram.

Com eles, foram apreendidas três armas, 110 porções de maconha, 76 porções de cocaína e 196 porções de crack.

Pela rede social X (antigo Twitter), Derrite informou que o governo seguirá “com uma operação de inteligência para desarticular o crime organizado”.

Na noite de sábado (3), o secretário tinha comunicado que policiais do 3º Batalhão de Choque, também na Baixada Santista, se depararam com indivíduos que atiraram contra a equipe.

“Um deles, com passagens por roubo e furto, foi neutralizado e evoluiu para óbito”, detalhou Derrite.

 

Mais confrontos

Assim, outros dois homens foram mortos no Morro do Pacheco, também em Santos. A polícia não confirma.

No entanto, moradores comentam o elevado número de viaturas e policiais circulando pelos morros de Santos e confirmam as duas mortes.

Além disso, a Secretaria de Segurança Pública também confirmou no final da tarde de domingo a morte de outro desconhecido em suposta troca de tiros.

No entanto, não com homens da Rota, mas com PMs do 3º Batalhão de Choque.

O caso aconteceu às 11h de sábado no bairro Bom Retiro, em Santos.

A Agência Brasil perguntou à Secretaria de Segurança Pública se há o registro de outras mortes de suspeitos na região relacionadas às buscas pelo assassino do policial Cosmos, mas não recebeu resposta até a conclusão da reportagem.

 

(*) Com informações da Redação do Boqnews

 

Confira as notícias do Boqnews no Google News e fique bem informado.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.